E disse Jesus: Ame aos seu próximo como a ti mesmo.

Walk In Their Shoes - Holanda (By Didi Coman)

No sábado (24/04), tivemos um evento especial com a Didi Coman. Uma holandesa bem underground que nos desafiou a servir a Cristo e a Igreja Perseguida da forma mais inusitada. Ela nos desafiou a WALK IN THEIR SHOES, ou seja, nos colocarmos no lugar daqueles por quem oramos. Fiquei pensando sobre isso e é muito verdade que a gente só faz alguma coisa de fato quando sentimos na pele, mas também é verdade que isso não precisa chegar as vias de fato, basta que exercitemos WALK IN THEIR SHOES – basta que nos coloquemos no lugar dos nossos irmãos. Quando sentirmos a dor deles, essa será a nossa dor. Assim eu sei que nos levantaremos e faremos algo de concreto pelos nossos irmãos.

A Didi compartilhou conosco muitas histórias daqueles a quem nós temos servido. As lutas continuam, mas as vitórias são maiores. Não veja o tempo passar, mas se levante e se junte aos jovens que, no Brasil e no mundo, tem feito uma declaração contra a injustiça. Faça parte da campanha Walk In Their Shoes, ore por nossos irmãos e ajude aos jovens do Golfo Pérsico a serem alfabetizados com materiais baseados na bíblia. Você só está lendo esse blog porque um dia teve acesso a alfabetização, faça por eles o mesmo que fizeram por você.

Para ajudar, acesse: http://www.underground.org.br/wits/default.asp

Anúncios

Comments (1) »

Luta diária

Foto enviada por Jéssica Zamonelli

Foto enviada por Jéssica Zamonelli

“…Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.”
Mateus 12.34

Uma coisa interessante na campanha WALK IN THEIR SHOES é que, ao doar, você recebe um par de cadarços. Os cadarços são bonitos, e podem ser usados de diversas maneiras, não só em tênis. Mas não é por isso que os cadarços são legais. Eles não são um acessório fashion. Eles são o símbolo de uma luta que deve ser diária.

Porque senão, ao fazermos a doação, já teria acabado nossa parte. Seria uma mobilização curta. Arrecadamos dinheiro pro primeiro projeto? Legal. Mas e aí? Acabou? Nesse nosso novo projeto, também só precisamos de dinheiro? A resposta é: não. Não é só isso.

Os projetos são explicados por dois motivos: para que você saiba para onde seu dinheiro está indo, e para que você ore pelo motivo pelo qual sua doação se faz necessário.

Os jovens do Golfo Pérsico que receberão os livros de alfabetização através das doações dos jovens brasileiros vão precisar de mais do que livros. Vão precisar do nosso apoio espiritual.

Por isso, peço a Deu que encha nosso coração de amor, porque só assim vamos realmente nos colocar no lugar da Igreja Perseguida, encarando como nosso o sofrimento que eles vivenciam. Quando nós olharmos nossos cadarços, que nosso coração acelere como o de uma pessoa apaixonada.

Comments (2) »

Novo ano, novo desafio!

Acabamos de começar um novo ano, e 2009 se encerrou com uma notícia incrível: cumprimos o primeiro objetivo da campanha Walk in Their Shoes. Mas, como eu disse, foi só o primeiro objetivo. Cristãos continuam sendo perseguidos, e por isso nós precisamos continuar lutando com eles e por eles. Temos um novo objetivo: fornecer livros de alfabetização para 6.500 jovens no Golfo Pérsico. E uma coisa muito legal: os livros todos baseados na Bíblia. Aqueles cristãos vão começar a ler e aprender sobre a bíblia ao mesmo tempo!

Esse projeto é muito maior: temos que arrecadar R$ 35.000,00. Mas nós podemos. Vamos continuar nos colocando no lugar dos cristãos perseguidos! Esse é o primeiro desafio de 2010.

Nós contamos com você pra vencer esse desafio, e seguir em frente com novos projetos. Os cristãos beneficiários desse novo projeto precisam de você para serem alfabetizados, e assim seguirem em frente com os planos que Deus tem pra vida deles.

Foto enviada pelo parceiro Samuel Oliveira

Foto enviada pelo parceiro Samuel Oliveira

Leve esse projeto no seu pulso, nos seus pés, na sua mochila, e principalmente no seu coração.

Comments (1) »

Não pare, não esqueça, aja!

Idéia enviada por Hanah Dias

Ideia enviada por Hanah Dias

Sempre que aparece uma novidade na nossa vida temos a tendência a ficarmos eufóricos, animados, pensando no novo por alguns dias. Lembro que quando ganhava um brinquedo que queria muito ficava radiante. Andava com ele pra lá e pra cá, mostrava a todos os meus amigos. Não conseguia conter minha empolgação. Algumas semanas depois,  já não brincava todos os dias com ele e, depois de alguns meses parava totalmente. Outros brinquedos ganhava e aquele ficava no esquecimento.

Sempre aparece algo novo na vida, afinal ela é bem dinâmica. Na vida cristã temos um alvo: Cristo. Por amá-lo queremos ser como Ele. Mas a “dinamicidade” da vida acaba, algumas vezes, nos tirando do foco do que é realmente importante: amá-lo e servi-lo de corpo e alma. Consequentemente, esquecemo-nos das coisas com as quais nos comprometemos em seu Reino.

A campanha WALK IN THEIR SHOES foi lançada no dia 30 de setembro. Não tem nem três meses e já conseguimos atingir nossa primeira meta: apoiar jovens cristãos universitários no Egito. Eu realmente fiquei maravilhada com a quantidade de pessoas que participaram. Mas não acabamos por aqui, outros jovens serão abençoados em outros projetos (em breve os divulgaremos). Minha “preocupação” é: será que todos aqueles que começaram irão continuar?

Para milhares de cristãos perseguidos a perseguição não para! E pra você também não pode parar!

Exercite WALK IN THEIR SHOES!

Comentários desligados

Uma grande família

Marcador de Bíblia - por Paulo Barbosa - Vianópolis / GO

Marcador de Bíblia - por Paulo Barbosa - Vianópolis / GO

Para se colocar no lugar de outra pessoa é preciso saber quem ela é, quais são os seus problemas, dificuldades, enfim, quais situações que ela vive. A campanha WALK IN THEIR SHOES quer aproximar os cristãos da “Igreja Livre” dos irmãos da Igreja Perseguida. Porém, temos ficado surpresas com a participação e engajamento dos jovens brasileiros entre si.  Esse é o sentido de WALK IN THEIR SHOES. Somos todos uma grande família! Temos recebido muitas ideias e, temos noticias de que o uso dos cadarços tem trazido uma boa repercussão da campanha, fazendo com que mais pessoas queiram conhecer os cristãos secretos.

Aí vai uma dica: leia o livro Cristãos Secretos, escrito pelo fundador da Missão Portas Abertas Internacional e seu companheiro de viagem Al Janssen. Você conhecerá melhor as pessoas que serão ajudadas com que arrecadarmos nesta campanha.

Queremos agradecer ao parceiro Paulo Barbosa que enviou essa foto com a ideia dele. Valeu Paulo pela sua colaboração e divulgação!

Que tal você colaborar também? 

SETUBAS!

Comments (4) »

Mais idéias… queremos mais!

Uma das idéias vencedores do desafio: uso mais criativo no congresso

Uma das idéias vencedores do desafio: uso mais criativo no congresso

Também uma das ganhadoras.

Também uma das ganhadoras.

Quando o WALK IN THEIR SHOES foi lançado, nosso desejo era de que muitos jovens se envolvessem de forma efetiva. Que eles realmente usassem os cadarços e tentassem realmente se colocarem no lugar dos cristãos perseguidos e ao mesmo tempo fossem os porta-vozes deles. Afinal de contas acredito que, assim como acontece com a gente, as pessoas sempre ficam curiosas para saber o motivo de usarmos um cadarço como se fosse uma pulseira, cordão, etc. É uma oportunidade maravilhosa de falar sobre a Igreja Perseguida, de abençoá-los, de engajar mais pessoas nessa causa. Estamos felizes pois as idéias e depoimentos estão chegando. Hoje você vê aqui mais três idéias de como usar os cadarços. Você já enviou a sua?

Uma das quatro ganhadoras

Uma das quatro ganhadoras

Comments (4) »

WALK IN THEIR SHOES NO CONGRESSO UNDERGROUND 09

Idéia vencedora do desafio no congresso underground 2009
Idéia vencedora do desafio no congresso underground 2009

No dia 03 de outubro aconteceu a XVIII edição do congresso underground. Nesse dia fizemos o lançamento da campanha WALK IN THEIR SHOES e lançamos um desafio: de quem seria a idéia mais criativa do uso dos cadarços? Quatro pessoas foram premiadas, mas se pudéssemos premiaríamos muito mais. Essa foto é a do vencedor. Porém iremos postar em breve as fotos de todos que aderiram a campanha. Agora começa a contagem regressiva para chegarmos ao número de 100 ideias. Faltam 89. Cadê a sua?

Comments (4) »